15º Dia: Você pode ser quem você quiser!

Deixe um comentário

28 de novembro de 2014 por bossolon

Campinas. Dia 27/11/2014

Caro diário. Ainda não encontramos o pessoal. Saimos vasculhando por todos os lugares de joaquim Egídio. Voltamos à praça. Demos uma volta por la e olhamos em alguns estabelecimentos. Não há muitos zumbis por aqui, como previamos. Muitos estão já mortos e os estabelecimentos todos saqueados. Não há mais nada de comida. Por sorte, Antonio tem comida o suficiente na casa dele. Mesmo assim, acabei utilizando as duas latas de comida que eu tinha na mochila.

Pensei em deixar avisos, mas Antonio advertiu que os bandidos que estavam pela região poderiam ver. Tentamos voltar à casa e ir pra Joaquim por outros caminhos prestando atenção pra ver se não encontravamos um carro batido ou qualquer coisa que indique a presença deles. Mas não encontramos nada. Já passava do meio dia quando resolvemos voltar.

Foi próximo de Souzas que um zumbi apareceu do nada na frente do carro e Antonio perdeu a direção e bateu o jipe. A pancada não foi muito forte porque ele manobrou bem o carro, mas foi o suficiente pra nos deixar desnorteados por um tempo. Durante esse tempo vários zumbis cercaram o Jipe. Fechamso todos os vidros e antonio tentou ligar o carro, ams o motor não pegava.

Achamos que iamos morrer, mas alguns tiros surgiram matando os zumbis em volta do carro. Um caminhão com carroceria aberta parou ao nosso lado. Na traseira havia dois homens armados. Na frente um outro homem dirigindo e uma mulher no banco do carona. A mulher abriu a janela do caminhão, ela ela loira com os cabelos cumpridos e o lado da cabeça raspado.

_ Querem viver? Subam aí.

Paramos por um momento. Será que eram os tais bandidos. Nos entreolhamos preocupados com o que deveriamos fazer.

_ É melhor subirem logo! Tem mais deles vindo! E os tiros devem ter atraido outros.

Saimos do carro e corremos em direção ao caminhão. Os dois homens na traseira nos ajudaram a subir. Um deles era negro, não muito forte, mas bem alto. Devia ter uns dois metros. O outro era mulato e jovem, não vou dizer que era muito forte, mas dava pra ver que frequentava muit academia.

_ Eu sou Nolan e este aqui é Léo. _ Disse o negro alto.

_ Nolan é um nome diferente. De onde é? _ Perguntou o pastor.

_ Esse não é meu nome verdadeiro. Alguns de nós adotamos outro nome.

_Oh… porque?

_ Porque é o fim do mundo e o começo de um mundo novo! Você pode ser quem você quiser!

Eles nos levaram até uma fazenda nas proximidades. Havia uma cerca e dava pra ver alguns homens na casa que ficava no meio da propriedade. Provavelmente estavam fazendo a segurança. Um deles, no teto da casa que, de longe parecia estar usando um binóculos deu um sinal de aviso e um cara de moto saiu da casa e foi até o portão quando estavamos nos aproximando. O cara d amoto abriu o portão para que entrassemos com o caminhão.

O caminhão parou na entrada e todos, exceto o motorista, descemos.

_ Eu sou Pink! _ Se apresentou a garota loira que, olhando agora parecia ser bem jovem (20 anos no máximo).

_ É em homenagem à cantora?

_ Não reparou? _ Disse o cara que abriu o portão pra nós _ Ela lembra o ratinho do Pink e Cérebro.

_ Cala a boca, Jim! _ Disse Pink ao rapaz entre risos.

_ Eu Sou jim! Resolvi homenagear Jim Carrey. O maior humorista do mundo

_ O Jim acha que é comediante de Stand Up _ Zombou Nolan.

_ Eu era! Ja tinha feito três apresentações antes do apocalipse. Eu iria pra quarta se as coisas não ficassem ferradas.

_ E você? _ Perguntou o pastor ao Léo _ Porque se chama Léo?

_ Meu nome é Leonardo.

_ Bem… nem todos aqui mudam os nomes _ Disse Jim. _ E vocês?

Nos apresentamos e depois Jim e Pink iriam nos mostrar o lugar. Diziam que Tonny e Derek (o lider deles) iria chegar em breve e seriamos apresentados. Antoino disse que preferiamos que nos arrumassem um carro pra irmos pra casa.

_ Vocês tem mais gente? Se não tem, é melhor unirmos forças. Vocês parecem ser úteis _ Disse Pink enquanto iamos para a garagem.

_ Estamos procurando nossos amigos.

_ Estão perdidos a quanto tempo?

_Desde ontem

_ Ah não. Não encontramos ninguém ontem. Podemos ajudar vocês a procurar depois… sei la…

_ O que significa isso? _ Exclamei assim que chegamos a garagem.

_ O que foi? _ Perguntou Pink

Bem na nossa frente, ali na garagem estava nosso caminhão roubado. Intacto.

_ Esse caminhão é nosso! Vocês roubaram!

_ Ei! Calma ai cara! _ Disse Jim. _ Esse caminhão estava abandonado!

_ Não, não estava! Paramos ele em um lugar pra verificar ali próximo e quando voltamos havia sido roubado!

_ Eu disse que encontramos ele abandonado….

_ Ao pé de um morro?

Jim parou por um instante…. Saquei minha arma e mirei para eles, Antonio e Alan fizeram o mesmo. Eles também não perderam tempo em sacar a deles. O Pastor tentava ficar entre nós enquanto gritavamos uns aos outros para abaixarem as armas. Foi quando senti o cnao de outra arma na minha nuca.

_ Eu vou ser bem claro aqui, rapaz. _ Disse uma voz calma e forte atrás de mim_ Vocês são quatro e nós somos 7 só aqui. Se eu assoviar chegarão ainda mais gente. Então deixa suas armas no chão.

Enquanto ele falava outras pessoas nos cercaram apontando rifles e pistola pra nós. Não tivemos escolha a não ser nos entregarmos. Ao virar eu dei de cara com um rapaz de cabelso pretos raspados apontando uma pistola pra mim. Se eu achava o Léo bombado esse aqui então nem se fale. O homem era gigante em termos de músculos. Não sei o nome dele, mas deveria ser Rock, em homenagem ao ator.

Eles pegaram nossas coisas e nos prenderam em uma construção que parecia que era viverido de animais de fazenda. O lugar era escuro, bem fechado e umido.

Passamos a tarde presos ali. Até que Jim entrasse pra nos dar comida. E água.

_ Quem de vocês é Dário?

_ Eu sou…

_ Você é o dono do diário, não é?

_ Sim.

_ Toma. Derek vai conversar com vocês amanhã pela manhã. _ Jim me entregou meu diário e ascendeu a luz dentro do lugar onde nos prenderam.

_ Derek… é aquele cara de antes?

_ Não…. aquele é o Tonny. O irmão dele.

_ Bom… o nome dele deveria ser The Rock… sabe.. por caus ados musculos… _ Os outros me olharam depois disso. Mas Jim deu uma risada

_ Vou usar essa piada mais tarde! _ Disse antes de fechar a porta.

Agora as coisas estão realmente ruins. Perdemos o resto do grupo, nosso caminhão foi roubado e agora somos prisioneiros dos ladrões.

Fim do dia 15

Grupo:

  • Pr Felipe (40)

  • Alan (35)

  • Antonio (61)

Inventário:

result

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: