21º Dia: Isso não é uma boa hora pra tratamento psiquiátrico

2

3 de dezembro de 2014 por bossolon

Campinas. Dia 03/11/2014

Caro diário. Infelizmente hoje Derek passou o dia na fazenda. Mesmo assim, ainda somos permitidos ter nossas refeições na cozinha. Passar o tempo com o pessoal e com Raquel tem animado mais nosso dia. Me faz lembrar de quando estávamos na escola de cadetes. Mesmo assim, tenho pensado em como vamos fazer pra ir em bora. Por mim, simplesmente sairíamos e iríamos para a casa de Antonio. Mas não posso simplesmente virar as costas pra essas pessoas. Além do mais, não vou a lugar algum sem nossos suprimentos roubados. O grupo de Xico é quase o dobro do grupo de Derek.

Apesar das diferenças, amos os lados parecem estar respeitando o cessar-fogo. O que tem tornado os dias bem tranqüilos, se não fosse pelos zumbis que, hora ou outra aparecem na propriedade.

Passamos o dia cavando. E agora que paro pra pensar em como a propriedade é grande. Apenas hoje chegamos à primeira curva para dar a volta na fazenda. Quando encontrávamos uma rocha tínhamos que fazer um desvio na vala em torno dela. Isso atrasa um pouco mais.

Nos dividimos em dois grupos agora. Eu, Victor, Gabriel e Alan cavamos. Felipe, Antonio, Camila e Fabricia cuidam de usar a terra pra construir algumas barreiras para defesa. Tonny indicava os locais onde deveriam ser construídas e o outro grupo as faziam. Miguel levava a terra num carrinho de mão até eles.

Victor me contou como era o grupo de Xico. Assim que chegaram em Joaquim Egídio foram abordados por alguns homens de Xico. Eles pensaram que fossem policiais e retiraram suas armas e os mantiveram. Pelo que parece, Xico não é tão duro quanto Derek. Pois, depois de ouvirem sua história, os deixava livre pela propriedade, apesar de sempre ter homens os observando.

Alguns dos membros deles são mais sensatos, mas tem muitos que é melhor manter distancia. Alan disse que Xico era o líder da facção já na penitenciária. La ele tinha muito mais membros. Foi Xico quem organizou a fuga e Alan aproveitou a oportunidade pra sair também. Mas, diferente dos outros que seguiram Xico, Alan foi atrás de sua filha.

_ Na prisão, pelo menos, ele era um dos mais respeitados. _Contou Alan _ Mas não fazia muita besteira. Era bem responsa, na verdade.

Enquanto almoçávamos na cozinha Jim desceu do telhado pra avisar que uma horda estava se aproximando da fazenda.

_ Ninguém sai de dentro da casa! _Ordenou Derek_ Avisem pro Josh ficar na garagem e trancá-la! Tranquem as portas! Não quero ninguém disparando nenhum tiro! Senão vão chamar atenção das outras hordas também!

Ronaldo foi avisar Josh e os dois permaneceram na garagem. Nós ficamos todos dentro da casa. Subimos para o segundo andar e ficamos observando pela cortina. A horda era grande. Parecia que iria demorar pra passar. Alguns zumbis resolveram ficar parado no gramado também.

_ Pelo visto vamos ficar aqui um bom tempo. _ Dizia Nolan

_ Pois é… _ Completou Pink _ Eles não parecem que vão sair tão cedo daqui.

_ Prestem atenção! _ Falava Derek com a voz baixa _ Nós vamos esperar o numero deles diminuir. Então saímos e matamos os poucos que sobrarem com facas, machados e toda arma branca que tivermos! Não façam muito barulho, não podemos atrair eles pra ca!

Tivemos que passar a tarde andando devagar, com as janelas e cortinas fechadas. Apenas cochichávamos uns com os outros. Revezávamos a vigia das janelas. Tonny, Nolan, Antonio e Victor dormiram à tarde, pois vigiariam à noite.

Aproveitei a oportunidade pra tentar conversar com Camila. Ela me preocupava. Quase não demonstrava nenhum humor e não parecia se importar com nada.

_ Camila. Ta tudo bem? _ Sem resposta_ Olha, eu sei que aquele dia foi horrível e você provavelmente nunca vai esquecer…. mas eu to preocupado com você.

_ Não precisa se preocupar. Eu to bem.

_ Você tem andada muito quieta. Se precisar, podemos conversar…

_ Eu não quero conversar! _ Gritou Camila, que logo despertou um olhar furioso de Derek em nossa direção. _ Vamos todos morrer em breve mesmo…

O grito parecia ter atraído a atenção de alguns zumbis próximo à casa. Derek e os outros andaram pelos cômodos abrindo as janelas rapidamente pra matar os zumbis que tentavam entrar antes que os outros em volta tentassem também.

_ Isso não é uma boa hora pra tratamento psiquiátrico, moleque! _Disse Derek entre os dentes pra mim depois que se livrou dos problemas. _Não a faça gritar de novo!

Passamos a tarde toda assim. Apreensivos. Sem fazer movimentos bruscos. Sem conversar muito alto. E Jim sem fazer suas piadas. Raquel não pode cozinhar, então comemos apenas frutas, pães e cereais.

Fabricia ficava com seu filho o tempo todo. Por vezes eu ia la pra brincar com o garoto e conversar com fabricia. Desde que chagamso a Joaquim Egídio, mal conversamos como antes, pois passamos um bom tempo trabalhando. Sei que tem um monte de zumbis la fora, mas o dia hoje pareceu com um dia de folga.

Fim do dia 21

Grupo

Policiais

Foragidos

Pr. Felipe (40)

Derek (28)

Xico (31)

Antonio (61)

Tonny (26)

Leleu (27)

Alan (35)

Pink (19)

Carlinhos (15)

Camila (21)

Jim (23)

Mateus (20)

Nolan (29)

Fabricia (32)

Josh (21)

Miguel (7)

Raquel (24)

Victor (21)

Laiza (25)

Gabriel (24)

Ronaldo (26)

Mais 6 pessoas

Inventário:

result

Anúncios

2 pensamentos sobre “21º Dia: Isso não é uma boa hora pra tratamento psiquiátrico

  1. William Oliveira disse:

    A história tá muito foda!!! Essas facções já no começo me pegaram de surpresa. A ambientação do apocalipse em terras brasileiras também está muito boa.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: