24º Dia: Nós somos a caça

Deixe um comentário

6 de dezembro de 2014 por bossolon

Campinas. Dia 06/12/2014

Caro diário. Voltamos para a fazenda…. Nunca mais quero ir a um shopping novamente.

Era madrugada quando o numero de zumbis diminuiu na frente da loja. Tonny queria que esperássemos mais um pouco, mas Igor estava tão assustado que abriu as portas e saiu. O barulho atraiu os zumbis próximos. Ele tentou voltar, mas um zumbi o agarrou e o mordeu. Era exatamente o zumbi com sangue em volta dos olhos. Fechamos as portas o mais rápido o possível para que nenhum entrasse.

O zumbi, como da outra vez, depois de mordê-lo continuou andando, deixando-o ali. Igor implorava para entrar, mas Não queriamos arriscar abrir a porta e entrar mais zumbis.

_ Aquele zumbi! Eu já vi um parecido antes! _ Expliquei _ Na escola de cadetes quando foi atacada. Ele apenas morde e deixa a vitma se transformar.

_Por que ele faria isso? _ Perguntou Alan.

_ Sei la… talvez ele só queira transformar mais pessoas sem danificar o corpo.

_ Isso é surreal. Não existe zumbis que pensem pra fazer uma coisa dessas. _ Disse Antonio.

_ Esse pode ser um tipo raro. _ Argumentei. _ Existem outros tipos, lembra? Os normais, os que rastejam e os corredores. Pode ser que existam alguns assim também.

_ Se não fossem inteligentes _ Argumentou Tonny _ Por que ele teria armado essa emboscada?

_ Não acho que ele armou coisa alguma _ Disse Antonio _ ele só estava por perto.

_ Por perto, mas não a vista. _ Disse Tonny_ E ele sabe que estamos aqui porque nos viu. E saiu de nossa vista de novo.

_ Ele encurralou a gente _ Disse Nolan.

_ Pois é… _ Disse Tonny _ É como se fossem algum tipo de animal… E nós somos a caça.

_ Precisamos dar um jeito de sair daqui sem que ele nos veja _ Disse Nolan.

_ Essas lojas tem saidas nos fundos, as vezes. _ Disse Antonio _ Essa é grande, talvez tenha.

Procuramos então pela saída dos fundos. Quando encontramos saimos devagar e com as armas em mãos, prontos pra qualquer emboscada. O zumbi com sangue parecia estar na parte da frente mesmo. Como era melhor não ir para aquela dierção, fomos pelo outro lado. Acabamos saindo na alameda do shopping. Antes aquele lugar estava repleto de casais e gente mais rica. Agora haviam alguns zumbis.

Atravessamos a alameda matando os zumbis com armas brancas e andando sem fazer barulho. Fomos sair perto da entrada das águas (em frente à praça de alimentação). O plano era atravessar até a saida, dar a volta por fora e chegar ao caminhão. Alguns poucos zumbis já havia nos visto e vinham lentamente em direção a nós.

_ Tudo bem… Vamos ser sorrateiros para chamar menos a atenção deles o possível. _ Disse Tonny_ Quando um ou dois deles chegarem perto a gente mata e continua. Em silencio!

Atravessamos a praça no mais absoluto silencio o possível. Nos escondentro antre as mesas e cadeiras derrubadas. Atrás de muretas e colunas. Estavamos quase nas escadas que saia de frente à saída quando as luzes começaram a falhar. Em seguida começarma a se apagar uma a uma. Até que ficamos completamente na escuridão.

Aqueles segundos que se passaram pareciam horas. Ouviamos apenas o ranger dos dentes e os grunhidos dos zumbis próximo a nós. De todas as analogias que ouvi sobre o inferno… aquela parecia ser o mais próximo do que eu tinha em mente.

_ Corram! _ Gritou Tonny após esses poucos segundos na escuridão

Ligamos as lanternas e corremos o mais rápido o possível subindo as escadas. Matavamos qualquer coisa que entrasse em nossa frente. Saimos do Shopping com um bando de zumbis atrás de nós. Apenas a lua iluminava a paisagem. E nossas lanternas. Vez ou outra atiravamos para trás, mas era dificil enxergar todos os zumbis que nos seguiam enquanto nssos olhos não se acostumasse à escuridão.

Corremos em volta do shopping para tentar chegar ao caminhão. Mas, em um momento, Alan caiu, ficando pra trás. Gritei para esperarem enquanto eu e nolan voltavamos, atirando nos zumbis que se aproximavam dele. Alan se levantou e voltou a correr conosco. Mas isso deixou a nós três bem distante dos outros. O caminhão surgiu logo à frente com Igor dirigindo. Antonio e Tonny subiram rapidamente.

Quando nos aproximávamos, contudo, uma outra horda surgiu de uma das saídas do shopping entre nós e o caminhão. Nolan fez sinal para eles irem enquanto corriamos para o meio do estacionamento. Igor saiu com o caminhão indo em bora. De longe podiamos ouvir Tonny berrando com ele. Provavelmente queria que voltassem pra nos resgatar, mas Igor ignorou e continuou indo.

Corremos rapidamente entre os carros enquanto centenas de zumbis estavam em nossa cola. Saimos na rodovia D. Pedro. Não sabiamos para onde correr e já estavamos cansados. Quando um caminhão parou à nossa frente e algumas pessoas nos puxaram pra dentro. Era Xico e alguns homens.

_ Parece que dessa vez nós somos os heróis, hein playboi! _ Disse pouco antes de eu cair exausto no chão do caminhão. Enquanto seus homens atiravam nos zumbis que tentavam subir.

_ Você nos salvou. _ Eu disse

_ É porque eu não sou seu inimigo, playboi. Sou seu aliado! _ Disse_ Ei, Marcos! Traz um pouco de água pros cara aqui! _ Disse ele para um rapaz moreno e forte perto da cabine do caminhão.

O rapaz levantou com um cantil de água e nos deu de beber.

_ Marcos é um dos meus melhores! Meu braço direito! _ Dizia Xico dando tapinhas nas costas do homem.

_ Agora eu sei porque você quer tanto eles! São bonitinhos! _ Disse um outro rapaz à esquerda do caminhão, vesticdo com camisa e shortes de mulher.

_ Não sou igual você não, sua bixa! Esses aqui são dos bons!

_ Essa bixa tem nome, viu? E é Sheila!

_ É um puta nome de travesti mesmo!

_ Por que vocês nos querem? _ Perguntei.

_ Pelo memso motivo que Tonny e Derek não querem abrir mão de vocês! Vocês são bons!

_ Eu sou só um estudante. Nós só tentamos sobreviver.

_ Não garoto. Nesse mundo, ninguém é o mesmo. E você é confiável! A gente pode contar com você, entende! E você tem que tomar cuidado com essa qualidade

_ Por que seria ruim ser confiável? _Perguntou Nolan.

_ Se você é confiável isso pode te trazer problemas um dia. Seus amigos usam essa qualidade, mas seus inimigos também! E isso pode ser perigoso.

Já estava quase amanhecendo quando chegamos perto do acampamento de Derek. Xico mandou que parássemos o caminhão.

_ O acampamento dos bacana é pra la! Se quiserem vir conosco é só ficarem no caminhão. _ Disse.

Eu não tinha escolha senão voltar pra Derek. Não que eu não o respeite, mas meus amigos estão por la. Então desci, acompanhado de Nolan.

_ É o que eu falei! Voce é confiável. Nunca deixaria seus amigos aí. E vai voltar pra todos saberem que estão bem e não se preocuparem. _ Disse Xico

_ Você não vem? _ Perguntei ao Alan. Que balançou a cabeça negativamente.

_ Não. Querendo ou não.. la eu sempre vou ser um criminoso

_ Não pra mim e pros outros _ Eu disse

_ Vocês são legais…. mas não são vocês que mandam la. Forma só vocês dois que voltaram pra me ajudar. Tonny e os outros iriam em bora sem mim. Aquele não é meu lugar.

Nos despedimos e voltamos para a fazenda. Fui recebido com um abraço de Fabricia e do resto do pessoal, logo depois. Tonny já estava para sair com Jim e Pink pra nos procurar. Os dois receberam Nolan com boas vindas.

_ Eu falie que era melhor não ter ido ao shopping _ Disse Jim _ Nessa época do ano ele fica lotado por causa das compras de natal!

Comemos, pois estavamos famintos e fomos dormir. Estava exausto. Acordei no inicio da tarde. Mas não fiz nada o dia todo. Expliquei ao resto que Alan tinha ido com Xico. Igor morreu pouco depois de chegar à fazenda. Derek estourou seus miolos para que não voltasse como zumbi.

Eu realmente achei que iriamos morrer no shopping. Passamos a chamar aquele zumbi com sangue nos olhos de bloder. Só sei de uma coisa. Eu nunca mais quero ir em um shopping de novo.

Fim do dia 24

Grupo

A Lei

A Liberdade

Pr. Felipe (40)

Derek (28)

Xico (31)

Antonio (61)

Tonny (26)

Leleu (27)

Gabriel (24)

Pink (19)

Carlinhos (15)

Camila (21)

Jim (23)

Alan (35)

Mateus (20)

Nolan (29)

Marcos (33)

Fabricia (32)

Josh (21)

Sheila (29)

Miguel (7)

Raquel (24)

Victor (21)

Laiza (25)

Ronaldo (26)

Michael (43)

Beth (45)

Inventário:

result

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: