81º Dia: Podemos plantar nossa própria comida!

Deixe um comentário

2 de fevereiro de 2015 por bossolon

Campinas. Dia 02/02/2015

Caro diário. Novamente acordei cedo devido aos pesadelos. Agora estão ainda mais intensos por eu ter visto Gabriel se transformando em um blooder na minha frente. Esse mundo realmente não tem me feito bem. Catarina me receitou alguns calmantes que eu tomo à noite, mas nem sempre eles surtem efeitos.

Acordei e fui ao quarto 104 conversar com Lucia. A garota ainda parece estar um pouco de luto por Gabriel. Na verdade, o ambiente todo do hospital está caído. Um dos motivos disso é o próprio Victor, que não tem se socializado. A depressão dele atingiu os demais, eu acho.

Sai do quarto de Lucia para ir tomar café da manhã com Raquel, como sempre. Ela também tem tido seus pesadelos. E, assim como eu, tem piorado com os eventos recentes. Catarina também receitou remédios à ela, mas ela nem sempre os toma.

Enquanto tomava café Fabricia e Miguel se juntaram a mim. Aparentemente ajudar Miguel melhorou muito nosso relacionamento. O garoto parece confiar mais em mim agora e até me respeita mais.

_ Olham quem ta acostumando a acordar cedo! _ Exclamou Fabricia ao me ver já acordado na mesa do café enquanto Miguel corria para sentar-se ao meu lado _ Quem diria que aquele garoto que chegava atrasado no trabalho com cara de sono estaria acordado às 7:00 da manhã assim!

_ Coisas mudam! _Respondi _E a cama daqui não é tão confortável quanto a minha, então não tenho opção além de levantar. E vocês dois? O que estão aprontando? _ Perguntei olhando para Miguel e bagunçando os cabelos loiros lisos do garoto.

_ Mamãe vai me ensinar algumas tarefas hoje! _ Respondeu o garoto um pouco desanimado _Ela disse que tenho que estudar

_ A essa altura, você já estaria começando a ir pra escola! _Disse Fabricia _Ta na hora de começar a ler, a escrever…

_ A Lú pode me ensinar! Ela sempre lê pra mim!

_ Mas não é pra ela sempre ler pra você! Você tem que aprender a ler sozinho! E fazer contas também!

Miguel olhou pra mim como se procurasse ajuda para fugir daquela responsabilidade.

_ Não olhe pra mim. _me defendi _Essas coisas fazem parte de se tornar um homem.

Camila, Pink e Jim se juntaram a nós e acabei prolongando o café da manhã. Saímos da cozinha para ir direto para a sala de Catarina, recebermos algumas funções. Ao chegar la, a médica e Derek já estava discutindo. Aparentemente Derek quer continuar limpando a faculdade e Catarina é totalmente contra.

_Eu não vou deixar você voltar para la depois do que aconteceu! _Reclamava Catarina encarando Derek com seus olhos castanhos apertados de raiva.

_Nada daquilo teria acontecido se todos tivessem ido dormir e nos deixado terminar o trabalho! _Defendia-se Derek.

_ E você acha que todos iriam simplesmente ir dormir enquanto você estava com uma criança de sete anos cercada por zumbis?

Derek olhou para Thonny com esperança que este tomasse seu partido. Talvez por serem irmãos ou trabalharem juntos por tanto tempo, parece que Thonny ficou do lado do irmão

_ Olha. Isso não vai mais se repetir. E o garoto está bem… _ Começou Thonny

_ Ah é? E quanto ao Gabriel? E quanto ao Victor que esta lá deprimido? _ Atacava Catarina batendo em sua mesa de metal, fazendo muito barulho, o que me deixou impressionado devido às mãos e braços finos da médica.

_O que você fez foi imprudente! _Argumentou Osvaldo _E não tem como permitirmos que você saia por aí matando zumbis como bem entender depois de tudo isso! Não é que você não seja bom nisso, garoto, mas a maneira como faz as coisas…

_ A maneira como faço as coisas surtem efeitos! _Respondeu Derek também apoiando-se na mesa de Catarina e encarando tanto ela quanto Osvaldo _olha esse hospital! _Dizia apontando com a mão em volta, como se simbolizasse o hospital inteiro _Sem perigos! Sem zumbis! Ai um acidente acontece porque VOCÊS! Não cuidaram bem do retardado e eu sou o culpado?

_ Em primeiro lugar! Ele tinha síndrome de Down e era bem inteligente! Mais que você pelo visto _Retrucou catarina. _Em segundo lugar, pelo que ouvi dizer, se ele não tivesse se sacrificado, Victor teria morrido. Victor que foi VOCÊ que levou para aquela enrascada!

Depois de alguns minutos discutindo Derek saiu nervoso da sala de Catarina e nós finalmente pudemos receber algumas funções. Aparentemente a comida estocada estava baixa. Teríamos que sair e coletar mais comida e suprimentos pelos mercados.

_ Então, Vamos com o caminhão. Certo? _ Eu disse saindo da sala de Catarina _ Jim e Pink na cabine e eu e Camila atrás… _ Propus, pensando que seria uma boa oportunidade para conversar com Camila

_ Na verdade eu pensei em retomar meus treinos hoje. _Disse Camila _Então.. .acho que vou ficar por aqui para sair do sedentarismo.

Isso deixa apenas eu, Jim e Pink. Antonio ficaria de guarda e Alan ainda não está com o braço muito bom. Na verdade, Alan que já era um bom cozinheiro, está mais ajudando Raquel na cozinha do que saindo por aí caçando zumbis. O que nos sobrou Mateus que acabou indo conosco.

Fazia tempo que Mateus não saia para apanhar suprimentos, pois ultimamente ele está apenas ajudando com projetos e treinando com a espada. Ele ganhou uma boa reputação e respeito de Catarina e Osvaldo. Seus projetos são ouvidos e sempre colocados em lista para ser executados. Como o projeto para construir um campo de treinamento, ou utilizar o resto do hospital para construir bibliotecas e centros de ensino de todo tipo, desde o básico “abc” até medicina. Dessa formo todos ali dentro saberiam fazer de tudo e ajudar com tudo.

Descemos primeiro no atacado. Havíamos feito uma boa barricada por ali. Assim não tinha perigo de encontrarmos zumbis enquanto checávamos por suprimentos. Encontrar suprimentos, aliás, está ficando bem difícil ultimamente. Quase tudo que encontramos de frutas, carne ou vegetais está estragado porque as geladeiras não funcionam. O que nos resta é pegar alimentos enlatados, em conserva ou todo tipo de alimento que permanece bom sem precisar ir para a geladeira. Por sorte, a maioria deles tem data de vencimento para o fim do ano ou meio do ano que vem. Mesmo assim, há pouca coisa que realmente sustente.

Acabamos voltando para o hospital com não muita comida. E nem temos mais parado nos fast food para comermos a vontade. A carne esta toda estragada e os pães embolorados. Pouca coisa se aproveita por hora.

Passamos em uma loja de água para pegar alguns galões, visto que choveu pouco nos últimos dias. Mateus ficou de guarda pois queria aproveitar para utilizar suas habilidades com a espada. Realmente ele havia melhorado muito. Antes ele apenas balançava a espada nas cabeças dos zumbis. Agora ele já faz alguns daqueles movimentos de samurais ou jedis (bem básico) cortando braços ou pernas antes de cortar as cabeças. Aparentemente o garoto adquiriu boa técnica.

Voltamos para o hospital e nos pusemos a descarregar tudo que pegamos até a cozinha, onde entregamos para Alan que guardou tudo. O pastor Felipe que estava almoçando conosco (todos nós almoçamos tarde, por volta das 14:00), nos disse que Victor realmente estava deprimido.

_ Tentei alegra-lo um pouco. _Explicou _Li alguns versículos e orei com ele. Mas ele não parece estar a fim de responder. Tentei contar a história de Jó, que perdeu tudo… Mas ele disse que não tinha tanta fé quanto as pessoas da bíblia.

Após o almoço, pensei em checar por Victor, e sai procurando por ele. Chequei primeiro o quarto dele, mas encontrei apenas Lúcia por lá.

_Você viu o Victor por aí, Lucia? _Perguntei quando entrei.

A garota que lia um livro, empalideceu um pouco e engoliu a seco enquanto arregalava os olhos sem sobrancelhas. Mas depois soltou um sorriso maroto quando olhou para mim para explicar o paradeiro de Victor.

_ Bem… A Bia levou-o a algum canto para conversarem a sós. Ela queria… animá-lo um pouco…

_Ah… então ela está o levando para dar uma volta? _ Perguntei na esperança que eles voltassem logo ou Lucia me dissesse onde eles teriam ido.

_ Bom.. não é bem uma volta.._ Respondeu Lucia e sua pele, mesmo pálida por causa da doença, ficou corada e vermelha.

_ Oh! Entendi _Eu disse depois de alguns minutos para a ficha cair. _Bem… vamos esperar que dê certo.

Eu ia sair do quarto quando Victor chegou. Lucia afundou-se na cama e ergueu o livro colocando-o a frente do rosto. Victor acenou com a cabeça um cumprimento tímido e deitou-se me sua cama e Beatriz veio logo atrás. Para checar o soro de Lúcia. A julgar pelo modo com Victor estava calado e o olhar que Beatriz mandou para Lúcia em resposta ao olhar curioso da amiga, parece que o plano de Beatriz não animou muito Victor.

No fim da Tarde, Mateus conversava com Catarina, Raquel e Osvaldo sobre a dificuldade de conseguir alimentos bons. O garoto propunha utilizarmos os terrenos em volta do hospital que não são habitados para fazer uma espécie de horta.

_Poderíamos cercar e prolongar o muro. _ Falava Mateus apressadamente para não perder o raciocínio _Então plantamos e fazemos nosso próprio alimento. Usamos parte da água captada das cisternas para aguar a horta. Podemos plantar nossa própria comida!

_Mas alguém entende de plantações e essas coisas? _Disse Catarina _Essas coisas não são tão simples de fazer.

_ Eu entendo um pouco, porque cresci na fazenda do meu pai _Disse Raquel _Aprendi algumas coisas.

_E também podemos pegar alguns livros sobre o assunto e aprender! _Disse Mateus _Isso é até um adiantamento do centro de aprendizagem que temos planejado!

Catarina aprovou a ideia de Mateus. Então amanhã vamos atrás de frutas, legumes ainda bons, sementes e tudo que podemos conseguir para a horta. Com isso, em algum tempo poderemos ter alimentos mesmo depois que os outros alimentos dos mercados vencerem.

Fim do dia 81

103 104 105 Resto do hospital
Derek (28) Lucia (17) Dario (23) Catarina (29)
Tonny (26) Victor (21) Mateus (20) Osvaldo (51)
Antonio (61) Jim (23) Camila (21) Beatriz (21)
Pr. Felipe (40) Pink (19) Fabricia (32) Vanise (65)
Raquel (24) Miguel (7) Selmo (67)
Alan (35)

Isso ai galera!

Desculpem não ter postado sábado nem domingo! Esse Fim de semana foi cheio!

Não se esqueçam de comentar, dar sugestões, ou falar qualquer coisa que queiram! E se gostaram, deem aquela divulgada!

Abração!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: