82º Dia: Não ouse falara da minha esposa e da minha filha!

Deixe um comentário

4 de fevereiro de 2015 por bossolon

03/02/2015

Caro diário.

Assim que acordei com os pesadelos fiquei rolando pela cama até as 6:30. Então fui conversar um pouco com Lucia. Ela parecia bem melhor depois da morte de Gabriel, apesar de ainda demonstrar um pouco de preocupação por Victor.

_Ele não tem nem comido direito _ Disse Lucia baixinho lançando um olhar de pena para Victor que dormia a poucos metros de nós. _Bia acha que ele vai ficar desnutrido assim.

_Victor é forte… _ Eu falei tentando animá-la um pouco _Ele vai conseguir passar por isso. É só dar tempo ao tempo…

_Parece meu avô falando _ Disse Lucia entre risos. Então nós dois rimos.

Alan já estava na cozinha quando cheguei para o café.

_ Acordando cedo também? _ Perguntei sentando-me à mesa depois de me servir com algumas frutas e pão caseiro recém saído do forno.

_ Agora sou um trabalhador oficial da cozinha, meu caro _ Disse Alan entregando-me um copo de suco de laranja.

Não demorou muito para Fabrícia e Miguel se juntarem a nós. Miguel sentou-se a minha frente com seu rosto rosado inchado e esfregando os olhos azuis devido ao sono. Os cabelos loiros ainda bagunçados mostravam claramente que ele havia acabado de acordar. Fabricia, por outro lado, parecia ter se arrumado de certa forma. Os cabelos castanhos ondulados estavam penteados e amarrados em um coque. Quando a mulher sentou-se ao lado do filho, pude perceber que ainda tomou cuidado de se maquiar levemente e até passar sombra e rímel nos olhos de forma que realçavam seus olhos azuis. A base que passou no rosto dava realce à sua maçã do rosto. Incrível como durante o apocalipse as mulheres ainda conseguem se cuidar.

_ Você vai sair hoje _ Perguntou-me enquanto se servia de um prato de mamão e maçãs cortados em pedaços.

_Acho que sim _ Respondi enfiando um pedaço de pão quente na boca _Vamos coletar algumas sementes e coisas para Mateus começar uma plantação. Quer que eu traga alguma coisa?

_Não… _Respondeu Fabricia espetando pedaços de fruta com o garfo e levando até a boca. _Só queria que tomasse cuidado.

_Relaxa _Falei sorrindo com o canto da boca e olhando diretamente nos olhos de Fabricia _Eu vou voltar pra você.

_ Menos, né, Dário! _Respondeu Fabricia apertando as sobrancelhas finas. _Não pode demonstrar um pouco de preocupação pra esses garotos que eles já acham que estão arrasando.

Ri um pouco daquilo e depois voltei-me para Miguel. O garoto parece estar amadurecendo depois do incidente na faculdade. Ele confessou que queria ajudar mais o pessoal no hospital.

Si da cozinha e fui até a sala de Catarina na esperança de encontrar Pink, Jim e Camila já prontos para partir. Ao invés disso, encontrei Catarina e Derek discutindo, para variar. Os dois discutiam sobre a vontade de Derek de limpar a faculdade.

_ Não vou permitir que você faça algo suicida de novo! _Dizia Catarina.

_ Não é suicídio! _Respondia Derek _ Eu to tentando proteger você e seus doentes morimbundos!

_ Levando crianças para o perigo? _Perguntei assim que entrei na sala. Derek virou-se e olhou para mim. Em seguida soltou um pequeno sorriso.

_Ah sim! La vem o papai! _ Disse Derek claramente debochando de mim.

_Eu já estava querendo falar com você a respeito disso há alguns dias! _Eu disse me aproximando e encarando o brutamontes _Levar o Miguel com você? Sério? Você realmente ta maluco!

_ A criança tem que aprender sobre os perigos desse mundo! Tem que saber se defender!

_ Não se pudermos protege-la! Mas sair levando ela para morrer não é uma boa forma de ensinar uma criança a sobreviver!

_ Ah claro! Sabe como eu aprendi a me defender? Meu pai me colocava pra brigar com os garotos na rua que roubavam meus brinquedos! _Disse Derek entre os dentes _É assim que se aprende! Na cara do perigo!

_Você não tinha o direito! E ainda o fez sem sequer ter o consentimento da Fabrícia! _ Eu disse

_Ora me poupe! _Bravejou Derek _Você só ta defendendo o fedelho pra ter uma média com sua coroa e conseguir meter esse peru em alguma coisa!

Eu estava a ponto de partir para cima de Derek, mas Thonny tomou a frente e afastou o irmão.

_O garoto está certo, Derek _Disse Thonny afastando Derek de perto de mim _O que você fez foi perigoso e irresponsável. E se fosse e se Márcia estivesse aqui? E se fosse com Mariana?

_ Não ouse falara da minha esposa e da minha filha! _Ameaçou Derek _Márcia com certeza me apoiaria! E Mariana não correria nenhum risco porque aquela faculdade já estaria limpa!

Depois de um tempo em silencio Derek resolveu sair da sala de Catarina

_Se eu estivesse no comando aqui, esse lugar estaria muito melhor! _Resmungou Derek antes de sair da sala de Catarina seguido por Thonny.

Pouco tempo depois Pink, Jim e Camila já estavam prontos para partirmos. Raquel foi conosco para nos ajudar a escolher as coisas que precisamos. Partimos do hospital e descemos a avenida de caminhão direto para o supermercado ao lado do Shopping. Haviam poucos zumbis do lado de fora, mas dentro estava bem seguro, já que havíamos feito uma barragem com prateleiras e carrinhos nas portas. Nossa entrada era uma porta pequena de funcionários ao lado de uma das entradas do supermercado.

Andamos pelo supermercado com carrinhos recolhendo alguns alimentos e depois fomos para o setor de jardinagem. Raquel pegou alguns utensílios sementes e ervas. Em seguida enchemos outro carrinho com adubo.

_Seria bom se encontrarmos algum lugar para pegar pomares pequenos e mudas de árvores _Disse Raquel quando transferíamos as coisas do carrinho para o caminhão

_Vamos deixar isso pra amanhã. _Eu disse _Isso deve dar para o Mateus trabalhar hoje a tarde.

Concordamos e voltamos para o hospital. Assim que chegamos ouvi alguns gritos e uma movimentação do corredor. Segui correndo pelo corredor com medo de ser algum zumbi que entrou sorrateiramente e atacou alguém. Me surpreendi quando cheguei ao quarto 104 e vi uma cena inusitada. Selmo parecia estar dando uma bronca em Victor que apenas o olhava sem dizer nada num canto do quarto. Mais próximo à porta, Lucia e Vanise amparavam Beatriz que, apesar da pele negra tinha nitidamente uma marca vermelha no rosto.

_ O que aconteceu aqui? _Perguntei assim que cheguei no quarto

_ Não foi nada! Não se preocupe! _Disse Beatriz com a mão no rosto.

_Esse vagabundo aí deu um tapa na menina sem motivo algum! _Esbravejou Selmo ao me ver _A garota só queria animá-lo e ele virou a mão nela!

Selmo estava tão nervoso que seu rosto estava literalmente vermelho. As veias no pescoço do velho que já eram visíveis estavam quase saltando e eu estava com medo que o marca-passo dele disparasse.

_ Selmo, não foi por querer _Disse Vanise tentando acalmar o velho _Eu estava aqui! Ele virou o braço rápido e acertou a garota, mas ele nem viu que ela estava tão próxima

_ Ela tinha acabado de tocar o ombro dele! _Disse Selmo _É claro que ele sabia que ela estava perto dele!

_Victor _Eu disse me aproximando. _Isso é verdade?

_Vocês não sabem de nada! _Disparou Victor mas com os olhos lacrimejando _Ficam ai parecendo preocupados! Por que não cuidaram do meu irmão enquanto eu estava fora! E agora vem tentando me animar? Como? Com sexo igual ontem? Não obrigado! Eu to cheio das suas hipocrisias!

Victor saiu disparado pela porta do quarto pelo corredor em direção à outra ala desabitada do hospital. Beatriz não se feriu gravemente. A maior parte do caso foi o susto que a menina tomou. Durante a tarde, Mateus e Osvaldo começaram a trabalhar na horta. Alguns de nós, juntamente com Catarina e Derek conversávamos sobre Victor.

Foi proposto que Victor fique em observação, pois foi considerado que o estado psicológico dele é hostil no momento. O Pastor tentou falar um pouco com ele, mas Victor nem sequer respondeu. À noite ele também não se juntou a nós. E nem teria perdido muita coisa. O clima no hospital estava meio ruim depois de tudo que aconteceu.

Fim do dia 82

103 104 105 Resto do hospital
Derek (28) Lucia (17) Dario (23) Catarina (29)
Tonny (26) Victor (21) Mateus (20) Osvaldo (51)
Antonio (61) Jim (23) Camila (21) Beatriz (21)
Pr. Felipe (40) Pink (19) Fabricia (32) Vanise (65)
Raquel (24) Miguel (7) Selmo (67)
Alan (35)

Fala galera! Capitulo cheio de barraco! XD Até fiquei em dúvida de que frase do capítulo usaria no titulo. Por fim optei pela frase de Derek mesmo.

Mas essas coisas são essenciais para o desenvolvimento dos personagens e o desenrolar da história.

Se gostaram, não esqueçam de compartilhar com seus amigos!

Também não esqueçam de comentar com criticas, sugestões, especulações, etc.!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: